Buscar

Amazon remove livros cristãos que tratam sobre homossexualidade

A Amazon decidiu remover os livros cristãos que falam sobre homossexualidade, incluindo um testemunho cuidadosamente redigido sobre uma mulher, chamada Anne Paulk, que deixou o lesbianismo, de sua loja virtual.


“Estes são tempos perigosos para a liberdade de expressão e liberdade religiosa na América”, diz Paulk. “Mas a Restored Hope Network continua comprometida em falar a verdade em amor à cultura sobre o projeto de Deus para a sexualidade. Entre muitos nesta geração atual, não há mais espaço para uma diversidade de sistemas de crenças.”


Os movimentos de censura das grandes empresas de tecnologia, assim como a Amazon, tornaram-se motivo de preocupação para os cristãos em todo o mundo. A empresa quer silenciar qualquer pessoa que ofereça esperança para quem deseja abandonar a homossexualidade.


“Meu livro intitulado Restoring Sexual Identity foi desenvolvido para ajudar mulheres que lutam contra a atração indesejada pelo mesmo sexo e querem deixar a homossexualidade”, disse Anne Paulk. “Quando eu o escrevi há vários anos, tomei cuidado excepcional com o tom para ser compreensivo e compassivo.”


De acordo com o God Reports, Paulk fundou a Restored Hope Network logo após o fechamento do Exodus International, um ministério para ajudar gays que faliu em 2012, quando o presidente decidiu que os gays não podiam ou não deveriam tentar superar suas tentações.


Censura


Recentemente, a autora da obra “Irreversible Damage: The transgender Craze Seducing Our Daughters”, Abigail Shrier, viu seu livro desaparecer da plataforma da empresa Target. A empresa decidiu retirar a comercialização do livro que criticava a “agenda trans”.


A empresa decidiu remover a obra depois que um usuário do Twitter alegou que o livro era “transfóbico” acusando a autora, que por sua vez desprezou a acusação. Publicado em: Amazon remove livros cristãos que tratam sobre homossexualidade (gospelprime.com.br)

© Direitos Reservados